quinta-feira, 10 de maio de 2007

Propinas a €700?

Abaixo-assinado


Os estudantes da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa vêm por este meio expressar a sua indignação em relação à proposta do Conselho Directivo de aumento do valor das propinas para 700 euros no próximo ano lectivo de 2007/2008.

A política deste governo, que tende a uma progressiva privatização do Ensino Superior, é, do nosso ponto de vista e à luz da Constituição da República Portuguesa, inaceitável. Os sucessivos cortes orçamentais – 14% no último orçamento de estado – são o sinal mais evidente da desresponsabilização do estado face àquilo que são os seus deveres fundamentais, nomeadamente assegurar uma Educação Pública gratuita e verdadeiramente acessível a todos.

A atitude do Conselho Directivo que, ao invés de responsabilizar quem é verdadeiramente responsável, pedindo contas ao governo pelo desinvestimento de que a faculdade tem sido vítima, responsabiliza os estudantes, optando pela solução mais óbvia - o aumento das propinas.

Como se isto não bastasse, tenta ainda obter o apoio dos estudantes, dizendo que, se estes aceitarem o aumento das propinas, elas subirão apenas para 650 euros, recorrendo assim a uma clara chantagem na tentativa de impedir a reivindicação por parte dos estudantes daquilo que é um direito fundamental – o acesso à educação – e de mostrar à opinião pública um falso consenso na aceitação das propinas como algo inevitável.

Face a esta situação, os estudantes declaram recusar liminarmente qualquer aumento das propinas e exigem do Conselho Directivo uma tomada de posição face à política governamental na defesa da Faculdade e dos interesses dos estudantes.

_____________________________________________________________________________

Amanhã este abaixo-assinado estará a circular pela Faculdade.

[esta não é uma actividade organizada pelo Grupo Manifesto, mas de vários alunos da FLUL]

3 comentários:

Anónimo disse...

ui que choque! eu o ano passado (2007/2008) paguei 940€, no ISCTE... mesmo aí ao lado... e olha que teve de ser "comer e calar"

Roberta disse...

então e achas mal que as propinas sejam 940€ mas achas bem que as propinas sejam a 700€.
é isso?
então quando passares a pagar 1000€ vais achar bem que as propinas fossem "só" 940€.
é isso?

Me! The Interrupter! disse...

roberta acho que ele quis simplesmente dizer que mesmo que lhe deem merda ele come.
quem anda nestas lides manifésticas (ai córror sei lá!)está em uma outra onda que é: faxavor, hoje gostava de poder comer o que me apetece e não esta merda que me estão a dar, pode ser!? e hoje quero favas com chouriço (eu nao, que sou vêgê) eheh!
força manifésticos!